Cultura

Salão Brazil abre as portas ao ‘jazz’ americano

Micaela Santos

Sonoridades fundem-se com o intuito de explorar questões ligadas ao empreendedorismo musical. ‘Workshop’ como guia de uma construção profissional artística. Por Leonor Garrido e Sofia Gonçalves

Numa colaboração entre Jazz ao Centro Clube (JACC) e a Embaixada dos Estados Unidos da América, a banda americana MATUTO apresenta-se com um ‘workshop’ e um concerto. O programa vai ter como palco o Salão Brazil na próxima quinta-feira, dia 1 de novembro.

A banda nasce da fusão do interesse do guitarrista Clay Ross, principal impulsionador, pelas sonoridades jazzísticas tradicionais com ritmos brasileiros. O grupo conta com “pessoas que se têm dedicado a transmitir e a partilhar a sua experiência de construção de uma carreira artística”, declara o diretor artístico do Salão Brazil, José Miguel.

Em Portugal, os MATUTO propõem-se a mostrar uma parte da cultura americana, não só em Coimbra, como também em Ponta Delgada, Lisboa, Braga e Porto. O que os torna singulares é a forma como a banda constrói a sua linguagem musical, “que é algo que não acontece de forma muito frequente”, lamenta o diretor artístico.

O ‘workshop’ é uma possibilidade de perceber o que é que está por detrás do trabalho de um músico. As inscrições são gratuitas e encontram-se abertas a todos aqueles que tenham curiosidade em saber “quais os dilemas que atravessa um músico na construção da sua carreira”, explica.

No final do dia, após o ‘workshop’, os MATUTO apresentam os seus temas num concerto com entrada gratuita. José Miguel apela a presença do público, uma vez que o espetáculo vai ser uma “oportunidade única” para assistir a músicos “absolutamente extraordinários”, conclui.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top