All for Joomla All for Webmasters
Cultura

“Os Planetas”: Uma experiência musical e científica

Gabriella Kagueyama

Sala Hemispherium propicia um ambiente imersivo e intimista. A música de Gustav Holst serve de guia para viagem no cosmos. Por Gabriella Kagueyama e Matías Toplas

O Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra abriga, a partir do próximo sábado, dia 20 de outubro, o ciclo de música “Os Planetas”. O espetáculo reparte-se em três concertos calendarizados para os terceiros sábados de outubro a dezembro. A sonorização fica a cargo do grupo de música erudita “OpuSpiritum Ensemble”, em homenagem à obra de Gustav Holst, “The Planets”.

O concerto “Os Planetas” vai desenrolar-se na sala Hemispherium, cuja estrutura tem a forma de um globo com cerca de seis metros de altura e dez de diâmetro. Com capacidade para trinta pessoas, conta com projeções 360º que promovem uma experiência de imersão nas imagens. A ideia do espetáculo partiu da sugestão do grupo OpuSpiritum. Propuseram tocar ao vivo a suíte “The Planets”, acompanhada da exibição de imagens do Sistema Solar. Cada movimento da peça corresponde a um dos astros.

“O exotismo de um concerto numa sala hemisférica enriquecido com projeções e a excelente qualidade musical do grupo” é o melhor cartão de visita, defendeu o diretor. As sessões vão ter lugar nos dias 20 de outubro, 17 de novembro e 15 de dezembro. Com duração de 50 minutos, o primeiro espetáculo tem hora marcada para as 21 horas do próximo sábado.

Do alto dos planetas mergulha-se no fundo do mar

Desde 1995, a instituição tem sido referência ao promover a cultura científica da região através de atividades como exposições e galerias de fotografia. Atualmente, o Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra recebe a mostra interativa “Em Forma Com a Ciência”. Nesta, o público explora módulos que retratam os sistemas do corpo humano, as suas funções e morfologias. Outra exposição corrente é a mostra “Titanic – A Reconstrução”, que inclui um percurso histórico do navio. Nas palavras de Paulo Trincão, “trata-se de uma visita que se destina à perceção da importância científica e tecnológica do navio”.

Fotografias por Gabriella Kagueyama

Este slideshow necessita de JavaScript.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top