Cultura

Jazz ao Centro Clube comemora seis anos de gestão do Salão Brazil

Micaela Santos

Festival Jazz ao Centro prossegue este fim de semana no Salão Brazil em simultâneo com a celebração do aniversário. Não só de jazz se faz a programação da casa, que já recebeu 890 concertos de vários estilos musicais nos últimos seis anos. Por Vasco Borges e Júlia Lopes

O Salão Brazil festeja hoje, a partir das 22 horas, o sexto aniversário sob a gestão da associação cultural Jazz ao Centro Clube (JACC) “com algum do melhor Jazz que se faz em Portugal”, segundo José Miguel Pereira, da direção artística do Salão Brazil/JACC. O concerto do projeto “Centauri”, de André Fernandes, e o ‘DJ set’ do músico conimbricense Marcelo dos Reis são os destaques da programação da noite.

A associação cultural Jazz ao Centro possui uma relação com o Salão Brazil há 12 anos, quando ainda era um restaurante que exibia alguns concertos. Em agosto de 2012, o Jazz ao Centro decidiu avançar para a gestão do Salão Brazil, com o esforço de amigos e membros da associação.

Desde a entrada da nova direção da casa, “o salão tem uma programação cultural regular e muito intensa ao longo do ano”. Já com um histórico de 890 concertos, José Miguel Pereira afirma que “é possível assistir a muitos géneros musicais”. O mesmo realça que “a programação do Salão Brazil não tem somente a ver com jazz”. Destaca espetáculos que vão desde música tradicional portuguesa a música de outros países, e até música experimental e exploratória”.

Segundo o membro da direção artística, o investimento em diversidade musical proporcionou um espaço em que os frequentadores de várias faixas etárias – que varia dos 20 aos 70 anos – se sentem à vontade. “Há cruzamento de públicos, em que conseguimos ver várias gerações e pessoas muito diferentes a usufruir do espaço”, define José Miguel Pereira como uma das metas da gestão do local.

Num balanço dos seis anos de trabalho, o membro da direção artística destaca que “o Salão Brazil permitiu que o JACC tivesse um outro olhar sobre a cidade, de forma a melhorá-la a partir das práticas artísticas”. Aponta também que “foi possível desenvolver uma ideia de serviço educativo que permitiu à associação ter uma maior intervenção na comunidade”.

O principal desafio do JACC para o Salão Brazil nos próximos anos passa por tentar motivar a diversificação de gosto musical do público. “As pessoas que se dizem do rock ou do jazz têm a oportunidade de experimentar outras linguagens musicais”, refere José Miguel Pereira.

Os concertos de comemoração estão também inseridos no Festival Jazz ao Centro, que se estende até ao dia 27 de outubro. O festival não decorre apenas no Salão Brazil, mas também no Convento São Francisco e em antigos colégios universitários na rua da Sofia.

 

 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2022 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top