All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Hospital do Ursinho chega para “desmitificar o medo da bata branca”

Gabriela Moore

Evento ocorre pela primeira vez no Fórum Coimbra. Mais de três mil crianças são esperadas na encenação que visa aproximar a relação entre estas e os médicos. Por Nino Cirenza e Saul Denofre

A XV edição do Hospital do Ursinho, edificada pelo Núcleo de Estudantes de Medicina da Associação Académica de Coimbra (NEM/AAC), iniciou-se no passado dia 16 de outubro e vai ocorrer até domingo, dia 21, no Fórum Coimbra. Tem como propósito simular o funcionamento de um hospital e “desmitificar o medo da bata branca que se vive no mundo da pediatria”, como afirma o presidente do NEM/AAC, José Borges.

Durante os cinco dias de evento, crianças de três a seis anos assumem o papel de pai ou de mãe ao levar os seus bonecos e ursos de peluche aos procedimentos médicos num hospital encenado pelos estudantes. Esta simulação é feita por alunos de medicina, enfermagem, medicina dentária e, a novidade desta edição, estudantes de psicologia. São estes os responsáveis por fazer uma pequena abordagem acerca de “todas as emoções e receios, e como lidar com eles”, como refere José Borges.

Estima-se pela organização do evento que três mil crianças participem nestas atividades. A iniciativa inclui procedimentos que vão desde os mais básicos da medicina, como a triagem, até aos mais avançados, como a cirurgia em que as crianças têm a chance de utilizar utensílios médicos para atuar como “verdadeiros cirurgiões” e tratar dos seus peluches, explica o presidente do NEM/AAC. Outra área que se insere na encenação é a Imagiologia, em que as crianças “usufruem de todos os exames complementares e diagnósticos, tal como o raio X e a ressonância magnética”, ilustra.

De acordo com José Borges, o evento “está a ser um sucesso”. Esta é a primeira vez que o Hospital do Ursinho se realiza no Fórum Coimbra, facto celebrado pelos idealizadores, visto que é o maior centro comercial da região e um espaço atrativo para as famílias. Durante a semana, são aguardadas escolas primárias e infantários. Ao fim de semana, expecta-se a participação de pais e filhos, que constituem um público maior.

Além do NEM/AAC, colaboram também com a iniciativa o Núcleo de Estudantes de Farmácia, de Medicina Dentária, de Psicologia e da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

[atualizado a 19/10 às 13h40]

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top