All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Semana da Prevenção pretende prevenir comportamentos de risco na Queima das Fitas

Colaboração entre várias entidades procura evitar comportamentos de risco dos estudantes. “Não é preciso limpar aquilo que se suja, mas sim que se deixe de sujar”. Por Eduarda Mendes e Ana Rita Teles

A Semana da Prevenção teve início hoje com uma cerimónia de abertura no auditório Salgado Zenha da Associação Académica de Coimbra (AAC). A cerimónia contou com a presença do presidente da Direção-Geral da AAC (DG/AAC), Alexandre Amado, da presidente do Grupo Ecológico da AAC (GE/AAC), Maria João Pereira, da gestora do InOutCister, Fátima Pereira da Silva, do projeto des.LIGA, com a representante Rosário Mendes, e do presidente do Movimento Cívico Não Lixes, Fernando Paiva.

Esta semana destina-se a consciencializar os jovens acerca das implicações dos comportamentos de risco que tomam durante a vida académica. A colaboração entre as entidades envolvidas visa a promoção de medidas preventivas, a sensibilização e mudança de comportamento por parte dos estudantes face a esta questão.

“Este ano o GE/AAC está a trabalhar na Comissão Organizadora da Queima das Fitas (COQF) para uma queima mais verde”, explica Maria João Pereira. As medidas assumidas pelo Grupo Ecológico passam por vários níveis como, por exemplo, o aumento do número de caixotes do lixo no recinto da Queima das Fitas. A presidente do GE/AAC salienta ainda que “não é preciso limpar aquilo que se suja, mas sim que se deixe de sujar”.

Um objetivo partilhado pelo Movimento Civil Não Lixes e pelo GE/AAC é o da substituição de copos de plástico por canecas reutilizáveis em todo o recinto e festividades académicas. “O Grupo Ecológico luta há muito tempo por uma mudança que, este ano, ainda não vai ser possível de concretizar”, afirma Maria João Pereira. Apesar de este ano ainda não ser possível a sua aplicação, a presidente do GE/AAC não deixa de mencionar que esta medida já se concretiza em festivais de tunas e convívios de carros alegóricos. Em conjunto, o GE/AAC e o Movimento Civil Não Lixes vão realizar, dia 11 de Abril, uma limpeza ao Jardim Botânico da Universidade de Coimbra.

Outra das problemáticas abordadas pela Semana da Prevenção é a produção de lixo durante o cortejo, “em particular a questão das latas e do seu desperdício”, refere Alexandre Amado. Como solução para redução do número de latas no cortejo da Queima das Fitas, Fernando Paiva propõe, em conjunto com a COQF e a AAC, “substituir as latas por barris recarregáveis”.

Além das questões ambientais, a segurança rodoviária é também uma preocupação a ter em conta nesta Semana da Prevenção. Associada a um controlo de consumo de álcool e estupefacientes, a segurança rodoviária pretende ser promovida através de atividades pedagógicas, cujo intuito passa por “chamar atenção para o desequilíbrio, falta de coordenação psico-motora e o excesso de confiança”, explica Fátima Pereira da Silva. “Os jovens devem ter consciência que se podem divertir de uma forma saudável”, conclui a gestora do projeto InOutCister.

Fotografia: Ana Rita Teles 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top