All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Os estudantes voltam a casa com nova vitória

Penalti favorável à Briosa ditou o destino do jogo. Com esta vitória, a Académica alcançou o sexto lugar na segunda liga. Texto por João Pimentel e fotografias por Francisco Nunes e João Ruivo

Nesta tarde de domingo, para a 17ª jornada da Ledman Liga Pro, a Académica recebeu em casa a equipa B do Sporting Clube de Braga. Ambas as equipas partiram para esta partida separadas por seis pontos e vieram de empates. A Académica obteve um empate fora em casa do Freamunde e o Braga B empatou com o Olhanense. Os “homens de negro” entraram para o relvado com camisolas que continham a frase “Força Chape”, em solidariedade com a equipa brasileira que foi vítima do trágico acidente de aviação, na Colômbia, no início desta semana.

A Briosa entrou algo desconcentrada na partida e, logo aos 3 minutos, Diogo Coelho perdeu a bola e deixou escapar Piqueti. O número 77 dos bracarenses fez um remate que ainda embateu na defesa da casa e deu canto. A resposta da Académica não demorou a surgir. Dois minutos a seguir, numa boa jogada, Traquina, no lado direito do ataque, cruzou a bola para a área. A defesa do Braga, sem dificuldade, cortou a bola. Ao minuto 9, num lance idêntico, Traquina voltou a centrar, mas Rui Miguel falhou o esférico. A Académica continuava em busca do golo. Rui Miguel, ao procurar redimir-se do lance anterior, tentou um chapéu do lado esquerdo, que acabou por sair pouco ao lado do poste da baliza da equipa visitante.

O Braga B procurava suster os ataques da Académica e os minutos seguintes da primeira parte perderam alguma intensidade. Ao minuto 35, após cruzamento e ressalto, Kaká remata para a baliza, mas Tiago Sá mostrou estar atento e negou o golo. Na sequência deste lance, a Briosa queixou-se que um penálti sobre Tozé ficou por assinalar. Poucos segundos depois, numa nova investida do ataque dos estudantes, Marinho cruzou para Tozé. O número 90 da Académica efetuou um cabeceamento e, mais uma vez, Tiago Sá evitou que a equipa da casa se adiantasse no marcador. O futebol da Briosa intensificava-se e, dois minutos depois, Marinho voltou a passar para Tozé, mas desta vez o ponta de lança não acertou na baliza.

Assim acabou a primeira parte, com os estudantes a procurarem, de alguma maneira, “fintar” o sistema defensivo da equipa bracarense. Os 1737 espetadores apenas puderam observar uma fase final da primeira parte com lances mais bem construídos e com algum perigo.

Os segundos 45 minutos iniciaram em sentido contrário ao fim da primeira parte. As duas equipas não conseguiam desenvolver o seu jogo e o público teve de esperar 10 minutos para ver um lance de algum perigo. O recém entrado na partida, para o lugar de Jimmy, Nuno Santos, centrou a bola para a área, que acabou por ressaltar para Kaká, que rematou para o fundo das redes. Os adeptos da Briosa ainda festejaram, mas logo perceberam que o lance já tinha sido invalidado pelo árbitro. Os jogadores da casa protestaram, mas em nada mudou a decisão do juiz da partida. O jogo seguiu e o Braga saiu em contra ataque, que acabou nas mãos de Ricardo Ribeiro. O guardião queixou-se de ter sido pisado na cabeça pelo jogador adversário. Na sequência do lance, os ânimos exaltaram-se e Rui Miguel acabou por ser admoestado com a cartolina amarela.

A Académica continuava a atacar e a procurar o primeiro golo da tarde. Ao minuto 61, depois de um alegado empurrão nas costas de Piqueti sobre Rui Miguel, o árbitro assinalou falta e apontou para a marca da grande penalidade. Fica a dúvida se o lance ocorreu fora ou dentro de área. O número 10, que tinha sofrido a falta, converteu a grande penalidade e fez o único golo da tarde.

O treinador do Braga procurou responder ao golo sofrido e mexeu no ataque da sua equipa. As alterações pareciam ter resultado e, aos 75 minutos, Simão cruzou para Rodrigo Pinho, que acabou por rematar ao lado da baliza defendida por Ricardo Ribeiro. Um minuto depois, Rui Miguel descobriu Traquina na área, que rematou para mais uma intervenção de Tiago Sá. A equipa visitante pretendia sair mais em velocidade e surpreender a Briosa. Ao minuto 80, João Real trava, em falta, um ataque da equipa de vermelho e concedeu um livre perigoso. Rodrigo Pinho partiu para a marcação e acertou com a bola no poste da baliza adversária. Por pouco não se restabeleceu a igualdade no marcador. Com cinco minutos para o final do jogo, Ernest, que tinha entrado para o lugar de Tozé, proporcionou uma boa jogada individual e rematou para outra boa intervenção de Tiago Sá. Aos 89 minutos a equipa do Braga fez a sua única jogada da segunda parte com alguma definição. Mais uma vez, Rodrigo Pinho desmarca-se pelo lado direito e atira a bola ligeiramente ao lado da baliza. O jogo terminava, então, com o resultado de uma bola a zero. A Briosa, com este resultado, alcançou o sexto lugar na tabela classificativa e fica separada por nove pontos do segundo lugar.

Em conferência de imprensa, o treinador da equipa bracarense, Abel, considerou o resultado “demasiado penalizador”. Adiantou que na primeira parte criaram “dificuldades ao adversário e na segunda parte o jogo mudou e a Académica teve mérito”. Por fim, lamentou que “o jogo tenha sido decidido por um lance tão duvidoso”, porém, “é o árbitro que manda”. Por seu lado, o técnico dos estudantes, Costinha, quanto à partida, assumiu que “já sabia que ia ser um jogo muito difícil”, pois “o Braga B é uma boa equipa, com bons princípios de jogo”. Considerou ainda que “a primeira parte foi dominada pelo Braga” e “na segunda a Académica foi mais equipa”. Ao intervalo pediu aos seus jogadores que “tivessem mais bola” e a alteração de Makonda para o centro do terreno foi para isso mesmo. Quando confrontado com a recente transferência de Pedro Nuno, Costinha referiu que “era preocupante se a equipa não tivesse preparada para a saída do jogador”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top