All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Novo conceito da Latada visa integrar Coimbra na festa dos estudantes

Evento pretende trazer uma componente desportiva, cultural, cívica e política para além da recreativa. Programa mais prolongado oferece atividades para toda a cidade. Por João Ruivo

A cidade de Coimbra, após a tranquilidade que vive durante o verão, prepara-se para mergulhar em mais uma onda de movimentação estudantil. A Associação Académica de Coimbra (AAC), em conjunto com a Universidade de Coimbra (UC) e a Câmara Municipal de Coimbra (CMC), vai organizar mais uma edição da Festa das Latas e Imposição de Insígnias, a decorrer entre 12 de setembro e 16 de outubro conforme foi anunciado na apresentação oficial do evento, que decorreu no passado dia oito de setembro na ponte pedonal, entre as duas margens do mondego.

A Latada foi anunciada com novidades na forma e conteúdo. Trata-se de um novo conceito, que segundo o presidente da Direção-Geral da AAC (DG/AAC), José Dias, “não se vai cingir só ao Cortejo, a cinco Noites de Parque e Serenata”. O evento pretende acolher novos estudantes, reunir antigos alunos e convidar a população conimbricense a participar nas atividades recreativas, culturais e desportivas ao longo de um mês e meio.

O presidente da DG/AAC caracteriza o programa como algo “mais ambicioso que o habitual”, que adiciona as componentes cultural, desportiva e de intervenção cívica e política ao habitual elemento recreativo da Latada.

Os estudantes do primeiro ano, aquando da sua chegada, vão encontrar um conjunto de iniciativas de acolhimento por parte não só das secções culturais e desportivas, que vão estar de portas abertas para receber os alunos, como também dos núcleos de estudantes da AAC, “para explicarem qual será o seu percurso e as ferramentas necessárias para uma excelente integração”.

Na componente desportiva, os estudantes vão poder participar em diversas atividades. Após três anos, recomeçam os campeonatos universitários de Coimbra, que, para além das modalidades de futebol e voleibol, “podem vir a contar com atividades em pleno rio Mondego, como canoagem e remo”.
Como novidade, vai realizar-se a “corrida académica”, uma corrida solidária que passa por “envolver toda a cidade, entre dirigentes, atletas, pais e crianças, núcleos e novos estudantes”, como explica José Dias.

O presidente da DG/AAC acrescenta ainda que “foi feito um convite às juntas de freguesia da região para um arraial no Parque da Canção, de modo a envolver a população de uma faixa etária mais elevada”.

Já surgiu o primeiro nome a pisar os palcos do Parque da Canção. A banda germânica, Guano Apes, vai estar presente dia 14 de outubro e o dia seguinte será dedicado a artistas nacionais de forma exclusiva. Segundo José Dias, trata-se de um “cartaz heterogéneo virado para a cidade com o objetivo de aproximar a cidade aos estudantes”.

Agradecimentos: Rádio Universidade de Coimbra (RUC)

Fotografia: Marta Costa

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top