All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Turma da Académica-SF termina campeonato com nota positiva

Equipa jovem e amadora protagoniza uma época desportiva distinta. Estudantes defrontaram equipas profissionais e superaram as expectativas. Por João Ruivo

“No início a Académica era vista como uma equipa que estava condenada à descida e só faltava saber quem a iria acompanhar”, afirma o treinador da equipa de seniores da Secção de Futebol da Associação Académica de Coimbra (Académica-SF), Tó Sá. No fim da última jornada, com uma vitória por 2-0 frente ao Sporting Ideal dos Açores, confirmou-se que as expectativas iniciais seriam contrariadas e que a equipa iria terminar no 3º lugar da Série E do Campeonato Nacional de Seniores de Portugal.

Com uma equipa jovem e amadora face a um campeonato profissional, a Académica-SF conseguiu a melhor classificação de toda a região Centro. “Conscientes das dificuldades, souberam crescer, e com toda a garra e querer alcançaram este honroso 3º lugar”, defende o técnico.

Os desafios foram diversos e o capitão de equipa, João Pereira, afirma que “jogar na secção já é um desafio. Esta é uma equipa que treina em campos diferentes e ao fim de semana joga num campo onde não treina”, explica. As deslocações entre o campo Sérgio Conceição, o de Santa Cruz e o de Ribeira de Frades fazem parte do quotidiano dos jogadores. Porém, ao sábado e domingo o trabalho é feito no Estádio Universitário. As questões financeiras também dificultam o trabalho da equipa, como explica João Pereira, ao revelar um episódio em que a equipa pernoitou num quartel militar durante uma deslocação aos Açores.

“O Nacional de Seniores é uma realidade completamente diferente”, salienta o presidente da Académica-SF, Rui Pita. Na secção, os atletas recebem subsídios para competir, ao contrário das restantes equipas da mesma divisão, onde os jogadores são profissionais e têm contratos de trabalho. Por estes motivos, e face ao feito de “carimbar” a manutenção, João Pereira refere que são “uma equipa de estudantes que gostam e querem jogar na Académica” e a dedicação que mostraram “foi fundamental” para enfrentar as dificuldades.

Reconhecimento insuficiente

Tó Sá, quando questionado sobre o apoio dado à equipa Académica-SF durante cada partida, sublinha a falta de adesão de alguns adeptos às competições: “Um jogo da Académica sem estudantes na bancada não tem o mesmo sentido”. “Este é o clube da Série E com menos apoio”, complementa João Pereira. “E é fundamental para a próxima época” incentivar a presença de mais adeptos.

Ainda assim, o presidente da Académica-SF comenta que “este projecto começou há cerca de 10 anos e, desde então, os atletas notam um maior reconhecimento, afeto e carinho por parte das pessoas da cidade”.

Como a Secção de Futebol não se resume apenas ao escalão sénior, no próximo sábado, 21, os juniores vão disputar o último jogo do Campeonato Nacional de Juniores; os iniciados também ainda estão a disputar o seu próprio campeonato. Já os infantis e benjamins vão poder sagrar-se campeões distritais, de forma que neste momento, segundo Rui Pita, os membros da secção “ainda estão focados no que falta disputar esta época”.

secção de futebol

Fotografia: D.R.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top