All for Joomla All for Webmasters
Cidade

Um novo rumo para o Canil/Gatil Municipal de Coimbra

Cidadãos Por Coimbra visita instalações para animais de forma a alertar para condições precárias de alojamento. Implementação de medidas de melhoria do espaço é foco essencial.  Por Philippe Alexandre Baptista e Mariana Saraiva.

Preocupações com o Canil/Gatil do Município de Coimbra levou uma delegação do Movimento Cidadãos por Coimbra (CpC), a deslocar-se hoje, para uma visita que tem como objetivo dar a conhecer a realidade do modo de atuação do refúgio animal.

A primeira meta do grupo passou por “compreender as condições atuais de habitação dos animais e atestar algumas preocupações a propósito da remoção de uma colónia de gatos”, esclarece José Augusto Ferreira da Silva, o vereador de CpC. Para isso, é necessário saber “como se encontra a direção do Canil/Gatil e o seu funcionamento”, adianta o vereador.

Esta visita surge no seguimento de um entendimento geral no seio do CpC em torno das condições precárias em que se encontra o refúgio animal. O delegado da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) comunicou que, para reformar a situação, está prevista “a realização de obras que vão contribuir de alguma forma para a melhoria das instalações”.

Apesar de se verificarem alguns desenvolvimentos, o Canil/Gatil Municipal de Coimbra continua a ser alvo de preocupação. José Augusto Ferreira da Silva confirma que existe “tensão entre a direção política do Canil/Gatil e, pelo menos, uma associação de proteção de animais”. Acrescenta ainda que se levantam “algumas dúvidas quanto à direção atual”. Como consequência desta situação, o CpC apresentou, na CMC, “um requerimento sobre quem é que dirige de facto e de jure o Canil/Gatil”.

A implicação do CpC neste assunto é uma preocupação central para o vereador do CpC, que considera que “os animais devem ser acolhidos, tratados e acompanhados em condições de dignidade e de bem-estar e, portanto, é importante que um concelho como Coimbra apresente boas condições”.

Para conseguir a atenção deste objetivo, José Augusto Ferreira da Silva anuncia que vão ser tomadas medidas no “sentido de melhorar a situação e intervir junto da CMC no sentido de ultrapassar problemas e melhorar, na medida do possível, os aspetos positivos”.

11792117_1663222803894183_6535202506848714547_o

Fotografia: D.R.

 

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2019 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top