All for Joomla All for Webmasters
Ciência & Tecnologia

Investigador da UC integra equipa do MIT

Cientistas internacionais juntam-se numa iniciativa que visa a resolução de carências na área da saúde, por todo o globo. Por Philippe Alexandre Baptista

João Ribas, doutorando da Universidade de Coimbra (UC) em biologia experimental e biomedicina no Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC), integra uma equipa de investigadores internacionais no Massachussets Institute of Technologies (MIT), no programa “MIT Hacking Medicine”. Esta equipa tem por objetivo principal desenvolver empreendedorismo na área da saúde, ao criar soluções para populações em várias partes do mundo.

Para chegar a este objetivo, a equipa utiliza o principio de ‘hackathon’, “um evento no qual os seus participantes criam ou modificam hardware e software, de forma a torná-lo melhor ou resolver certos problemas”, explica João Ribas. O ‘hackathon’ é a mistura entre os termos ‘hacking’, que se reporta à modificação de materiais por várias formas, e ‘marathon’ que informa sobre o prazo, muito curto, em que os protagonistas têm que resolver o assunto.

‘Hackaton’ implica uma certa noção de propriedade intelectual, da qual resultam as modificações. O resultado final é o mais importante, no sentido de descoberta de novas soluções. O investigador esclarece, então, que “o espaço do ‘hackathon’ tenta ser livre de patentes e preocupações do género”. “Se todas as pessoas estiverem preocupadas com quem vai deter a propriedade intelectual ou patentes, não se conseguem focar em soluções para os problemas”, afirma João Ribas. Esse processo acontece após o ‘hackathon’.

A equipa internacional tem como destino próximo o Equador. A propósito dos efeitos desta iniciativa no terreno, o investigador explica que vão ser muito diferentes. “O foco principal está sempre em começar com problemas, que são contados por médicos, pacientes, qualquer pessoa. Por exemplo, problemas de cuidados de saúde em Portugal serão bastante diferentes de Angola ou Japão”.

O papel de João Ribas e da sua equipa passa por uma função orientadora. “Temos o papel de educar e guiar pela nossa experiência em diferentes aspectos do processo de inovação, para que os participantes brilhem e encontrem soluções”, conclui o investigador.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top