All for Joomla All for Webmasters
Ensino Superior

Festa das Latas aposta em artistas portugueses

Cartaz da Festa das Latas e Imposição de Insígnias conta apenas com um nome internacional, os DJs canadianos DVBBS. Por Cátia Cavaleiro e Sara Pinto

O destaque do cartaz da Latada deste ano vai para a atuação de 13 bandas portuguesas nas noites de parque. De acordo com o presidente da Direção Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC), Bruno Matias, “é o cartaz mais português de sempre”, com a recente confirmação de Tiago Bettencourt, Richie Campbell e DJ Ride. Bruno Matias refere que “diversificar a oferta que existe” é o grande objetivo. A apresentação do cartaz da Festa das Latas decorreu na tarde de hoje, no edifício da AAC.

Uma das grandes inovações deste ano é a alteração do Sarau Académico, que tradicionalmente tinha lugar na primeira noite de parque e passa a realizar-se no Jardim da Sereia, na tarde de sábado. O evento é aberto ao público e não tem qualquer custo. Segundo Bruno Matias, o objetivo é que “exista uma maior envolvência entre a cidade e a academia”.

A preocupação em relação à questão ecológica foi uma prioridade na edição da Festa das Latas de 2015 e, nesse sentido, foram tomadas duas medidas para reduzir o impacto ambiental. Uma das novidades neste âmbito foi a criação de copos e canecas reutilizáveis, em parceria com o Grupo Ecológico da AAC, que serão usados na tenda dos núcleos. Desta forma, os estudantes podem utilizar o mesmo copo várias vezes e contribuir para “uma festa mais ecológica”, de acordo com Bruno Matias.

A associação com o movimento “Não lixes a latada” pretende, pelo segundo ano consecutivo, “impedir que os carrinhos utilizados durante o cortejo sejam atirados ao rio” e para isso vão existir vários pontos de recolha espalhados pela cidade, garante o presidente da DG/AAC.

No que diz respeito à confirmação da dupla internacional, DVBBS, cuja atuação estava prevista para a passada edição da Queima das Fitas, Bruno Matias refere que a AAC chegou a acordo com os artistas para evitar “um processo jurídico que se podia arrastar durante anos”. O presidente garante ainda não haver “qualquer tipo de gastos adicionais” com a contratação dos DJs e que se trata apenas de um reagendamento da data prevista inicialmente.

O modelo da Festa das Latas e Imposição de Insígnias é semelhante ao do ano passado, com as 5 noites de parque. Apesar de agora a primeira noite contar com várias atuações em vez do tradicional Sarau Académico, o custo do bilhete geral mantém-se inalterado. “Estamos convictos de que se possa ter uma festa com resultado positivo”, afirma Bruno Matias.

12108263_10206785067217549_9029329311192930131_nFoto: Sara Pinto

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top