All for Joomla All for Webmasters
Cultura

40 anos de Brigada Victor Jara comemorados no TAGV

Num projeto pelo qual já passaram 31 músicos, a Brigada Victor Jara apresenta uma compilação dos dez albuns já editados, três temas inéditos e um livro no TAGV. Por Mariana Azevedo e Valentina Caetano

“Coimbra é uma passagem obrigatória” para a Brigada Victor Jara, refere o percussionista, Arnaldo Carvalho. A banda vai estar no palco do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), no dia 23 de Outubro, para a comemoração dos seus 40 anos de existência. O artista acrescenta que por ser “onde a Brigada cresceu e se desenvolveu” é para eles “gratificante” tocar em Coimbra.

Para o concerto, a banda reuniu um bloco de 26 canções que incluem a apresentação da “discografia da Brigada acompanhada de um CD com três novos temas”, declara Arnaldo Carvalho. “É um concerto um pouco diferente dos outros por ser comemorativo dos 40 anos” e que, tal como explica o artista, vai contar também com “projeções de vídeo” e um “coletivo de vozes femininas”, que pretendem enriquecê-lo.

A caixa intitulada “Ó’ Brigada” não é mais que um “obrigada” a todas as pessoas que os acompanharam ao longo destes anos e que reconhecem o seu trabalho. Assim, o percussionista espera “um público cujas pessoas se identifiquem com a banda”, não só por ser um grupo musical, mas também “um projeto de causas”. Por outro lado, reconhece que existe a possibilidade de um novo público “descobrir pela primeira vez a Brigada Vitor Jara”.

Há 40 anos, um grupo de estudantes deu os seus primeiros passos e “da partilha de conhecimento e da realidade dos campos, despertou a ideia da Brigada se constituir como um coletivo de música tradicional”, afirma o artista.

IMG_0800

Fotografia por: Valentina Caetano

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top