All for Joomla All for Webmasters
Desporto

Sanção aplicada à Secção de Basquetebol leva a Assembleia Magna de Recurso

A sanção aplicada no processo de Basquetebol, imposta aos membros de direções anteriores da secção de Basquetebol da Associação Académica de Coimbra, é levada a Assembleia Magna de Recurso a pedido de um dos sancionados. Por Pedro Barreiro e Rita Flores

A Assembleia Magna de Recurso (AMR), a realizar no próximo dia 3 pelas 20h00, nas cantinas dos Grelhados, foi requisitada por Carlos Gonçalves, um dos três sócios alvo de um processo queixa apresentado no Conselho Fiscal (CF). O processo opõe a Associação Académica de Coimbra (AAC) aos dirigentes da Secção de Basquetebol da AAC (SB/AAC), durante os mandatos de 2010/2011, 2011/2012 e 2012/2013. Os intervenientes do processo, instaurado em junho de 2014, foram acusados de “suspeitas de gestão danosa e prejudicial à Associação Académica de Coimbra”, de acordo com o documento “Nota de Culpa” exposto no placar do Conselho Fiscal, na portaria da AAC.

Concluído o processo de investigação, foi aplicada pelo CF a sanção de suspensão de um ano aos sócios Mário Castro e João Chicória (respetivamente, presidente e tesoureiro do mandato de 2011/2012) e Carlos Gonçalves (presidente do mandado de 2012/2013), pena máxima suscetível de execução no caso. Segundo Flávio Tribuna, membro do CF e relator do processo, “a suspensão de um ano foi manifestamente insuficiente” tendo em conta ”a gravidade dos atos, que passa por um atropelo dos estatutos”. Porém, salienta o relator, “é o que os mesmos permitem”.

Após contacto com Carlos Gonçalves, o sócio recorrente, este afirmou “preferir não falar sobre a Assembleia Magna” até à data da sua realização.

Secção de Jornalismo da Associação Académica de Coimbra

Rua Padre António Vieira, Nº1 - 2ºPiso 3000 Coimbra

239 851 062

Seg a Sex: 14h00 - 18h00

© 2018 Jornal Universitário de Coimbra - A Cabra

To Top